26 de julho de 2014

STANLEY HORTON, UMA MENTE EM CHAMAS

Stanley Horton (1916-2014)
por George Gonsalves

Há alguns dias, no dia 12 de julho, o teólogo pentecostal Stanley M. Horton morreu aos 98 anos na cidade de Springfield, Missouri (EUA). 

Stanley Horton me fez lembrar um título de um livro do grande gênio cristão Blaise Pascal, editado e publicado pela editora Palavra: Mente em Chamas.

Rev. Horton recebeu sua formação educacional em grandes centros universitários americanos como Berkeley e Harvard. E ainda fez estudos complementares no New York Theological Seminary. Foi autor, colaborador e editor de inúmeras obras publicadas no Brasil como: Teologia Sistemática: Uma Perspectiva Pentecostal, 1995; O Que a Bíblia Diz Sobre o Espírito Santo, 1993 e reeditada como A Doutrina do Espírito Santo no Antigo e Novo Testamento; Doutrinas Bíblicas: Uma Perspectiva Pentecostal, 1995, com William Menzies; Isaías: O Profeta Messiânico, 2002; I & II Coríntios, 2003; Comentário Bíblico- Apocalipse, todos publicados pela CPAD e O Livro de Atos, 1993, publicado pela Editora Vida.

Tinha, portanto, uma mente potente. Mas não apenas isso. Sua mente parecia inflamada por Deus. Sua intenção era devotar seu conhecimento à causa do Evangelho. Ele era de uma família importante no movimento pentecostal. Seus avós maternos, Elmer Kirk Fisher e Clara Daisy Sanford, participaram diretamente do histórico Avivamento da rua Azuza em 1906. Ele, então, continuou a ser alguém a divulgar a atuação do Espírito Santo em seu tempo.

Precisamos de homens como Horton. Pessoas que não "se estribem em seu conhecimento", que não se vangloriem de seus diplomas, mas que busquem a sabedoria do alto e que consagrem sua mente ao Senhor. Em minha vida vi muitos membros da igreja entrarem na universidade e, depois de algum tempo, se tornarem pessoas orgulhosas e espiritualmente frias. Urgentemente devemos pedir que Deus nos dê mentes em chamas.

Você pode também gostar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...