25 de setembro de 2014

VAI DAR TUDO CERTO...OU NÃO


Natã e Davi
por George Gonsalves

Um querido irmão adoeceu gravemente há alguns meses atrás. Os exames apontaram para câncer no fígado, em estado avançado. Enquanto a igreja orava por ele, procurávamos os profissionais da saúde para prolongar sua vida. Então, um grupo de uma igreja que soube da sua enfermidade foi visitá-lo. Com confiança fizeram fervorosas orações e "profetizaram" que ele iria ficar curado. Dias depois, enterramos o nosso amado irmão.
Exemplos como esse se espalham no contexto religioso em que vivemos com espantosa rapidez. Basta alguém fazer uma prova em um concurso, colocar uma causa na Justiça ou fazer algum plano para as férias para ouvir a frase que é quase um mantra para muitos: "vai dar tudo certo".
Na verdade, não podemos falar do que não sabemos. Deus é quem governa todas as coisas. O nosso desejo ou pensamento positivo não alteram os desígnios do Senhor. Ariano Suassuna disse com razão: "O otimista é um tolo. O pessimista, um chato. Bom mesmo é ser um realista esperançoso". O crente deve ser alguém que pede e espera de Deus, mas não determina o que Ele vai fazer. Deus é aquele que abre, e ninguém fecha; mas também fecha, e ninguém abre (Ap. 3:7).
De certo modo, tudo vai dar certo para àquele que teme ao Senhor, pois "todas as coisas cooperam para o bem daqueles que amam a Deus" (Rm. 8:28). Mas isto não quer dizer que não tenhamos dissabores ou derrotas pela frente. Significa, no entanto, que nossos aparentes fracassos ou perdas redundarão (de uma maneira que talvez não possamos entender) em bençãos.     
Quando o profeta Natã ouviu de Davi o seu desejo de construir um templo para Deus, ele caiu na tentação de aprová-lo, sem consultar ao Senhor; Ele disse a Davi: "Tudo quanto tens no teu coração faze, porque Deus é contigo" (I-Crônicas 17:2). Ocorre que, na mesma noite, o Altíssimo se manifestou a Natã com as seguintes palavras: "Vai, e dize a Davi meu servo: Assim diz o Senhor: Tu não me edificarás uma casa para eu morar" (I-Cr. 17:4). Natã foi otimista, mas não sábio.
Portanto, se alguém revela um desejo e ouve inadvertidamente o decreto: "vai dar tudo certo"; podemos retrucar: "OU NÃO".

2 comentários:

Vanessa Palombo disse...

Um excelente texto, mas é claro torcer para que tudo dê certo, é o principio ...

Obrigada pela visita

Abçs

neli araujo disse...

Muito sábia sua reflexão, e chega a bom tempo em minha vida. Obrigada!
Neli Araujo

Você pode também gostar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...