14 de outubro de 2013

O AMOR INÚTIL


               por George Gonsalves

De vez em quando alguém manda um recado para mim dizendo que me ama. Geralmente, a mensagem é de uma pessoa que, por opção, não fala comigo pessoalmente. Recebo-a e descarto-a imediatamente. Um amor deste tipo, se existe, é totalmente inútil.
    Talvez, a palavra “amor” seja a mais desgastada do mundo. Pensamos que o amor é apenas um sentimento. Este é um dos maiores enganos de nosso tempo. Pensar deste modo é diminuí-lo e inutilizá-lo. Ora, de que vale sentir amor por alguém que não sou capaz de fazer nada?
    Se Deus apenas sentisse muito amor por nós, estaríamos todos condenados. Contudo, a Bíblia diz que Ele provou seu amor por nós com uma ação: enviou seu Filho para morrer por nós (Rm. 5:8). Certa vez, Jesus falou como deveríamos amar o próximo. Ele simplesmente contou uma parábola sobre um samaritano que ajuda um desconhecido que está caído na estrada (Lc. 10:25-37).
     Amar, pois, envolve mais do que sentimento ou palavra. Contém muitas outras virtudes: renúncia, coragem e dedicação, por exemplo. Como disse Fulton Sheen, “o amor se extravasa em um justo zelo”.

Um comentário:

Patricia Galis disse...

É vdd mesmo dizem que amam com muita facilidade e sabemos que não é do coração.

Você pode também gostar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...