22 de dezembro de 2012

UM PRESÉPIO NA AVENIDA PAULISTA


  
  No Conjunto Nacional, em plena Avenida Paulista, foi montado um belo presépio (criação: Sílvio Galvão; mestre artesão: Sandro Rodrigues). Na obra estão figuras tradicionais: pastores, anjos, magos, além de José, Maria e o Menino Jesus. Sabemos pelos relatos de Mateus e Lucas que os pastores não se encontraram com os magos na manjedoura. Contudo, este fato não tira a beleza dos presépios. A simbologia continua válida: todos são chamados a Cristo.
  No entanto, o que me chamou a atenção naquele presépio foram figuras de homens e mulheres comuns se dirigindo ao lugar onde Cristo estava. Eles levavam oferendas ao Menino Jesus. Um homem levava ovelhas, uma mulher levava frutos e outra flores. Ou seja, levavam o que tinham. Fiquei pensando que assim deve ser com cada um de nós. Somos chamados a entregar tudo o que somos e o que temos ao Senhor.
  Os magos levaram ouro, incenso e mirra a Jesus. Uma pobre viúva entregou duas moedinhas. Uma mulher derramou sobre Cristo um vaso de perfume quando Ele estava perto de sua morte. Outra mulher derramou sobre os seus pés algo que tinha de precioso: suas lágrimas. Estes deram o que tinham.
  E você? E eu? O que temos e, principalmente, o que somos estamos entregando a Cristo? O que estamos retendo? Nossos bens, tempo e força estão consagrados a Ele? Lembremos que o Natal é dádiva. Deus entrega ao mundo o melhor presente: o Seu Filho. Os homens agradecem oferecendo a Jesus suas próprias vidas.
George Gonsalves

Um comentário:

Patricia Galis disse...

Bela lembrança o que temo levado até Cristo? Ótimo post.

Você pode também gostar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...