10 de outubro de 2012

DEUS, ÉS MEU SEM FIM




               Quando o amigo faltar,
               a música parar
               e a luz se apagar

              Quando o sol se esconder,
              o amor não florescer
              e o tempo não correr

              Quando quem amo partir,
              a lua não sorrir
              e o chão se abrir

              Quando chegar a dor,
              a coragem se for
              e ninguém me der uma flor

              Lembrar-me-ei que só Tu,
              ó Deus
              Preenches o vazio,
              sustentas o ser
              e que És meu sem fim
 George Gonsalves

Um comentário:

Patricia Galis disse...

Que lindo este poema, é a mais pura verdade...
Agradeço de coração suas palavras de apoio no meu blog, é gratificante saber que pude ser útil aos amigos.

Você pode também gostar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...