18 de setembro de 2012

DESPERTANDO O NOSSO MELHOR



  

Existe um texto bíblico que nos adverte dessa maneira: “o que anda com os sábios ficará sábio, mas o companheiro dos tolos será destruído”.  (Provérbios 13:20).
O homem é mal. Mesmo os cristãos mais castos, mais dedicados e mais temerosos a Deus não fogem dessa dura realidade. Foi aos discípulos que o Mestre dirigiu essas palavras: “se vós sendo maus, sabeis dar boas dádivas a vossos filhos...” (Mateus 7:11). Uma revelação divina da essência humana: somos maus!
Partindo então desse principio, o melhor que temos a fazer é nos juntarmos aos sábios. Procurar amizades que nos edifiquem, que nos tornem melhores do que somos e extrair dessa companhia o nosso melhor.
Acredito firmemente que somos seres altamente influenciáveis. Nenhuma pessoa é absolutamente neutra. Somos tendenciosos a partidos, a posições, a decisões sejam elas quais forem, mesmo que não percebamos.
Então, porque não escolher melhor com quem devemos estar? Não me refiro à acepção de pessoas, coisa absolutamente condenável por Deus.
Jesus esteve com todos, a fim de anunciar seu reino. Os leprosos que ninguém ousava sequer chegar perto, ele tocou; à mulher adúltera defendeu com seu perdão; certo Zaqueu, publicano, o teve como hóspede. Surpreendeu seus discípulos ao conversar longamente com uma mulher e como se não bastasse, samaritana. Dispensou seu tempo e sua atenção a um Nicodemos cheio de dúvidas. Mas apesar de tudo isso, teve amigos íntimos aos quais influenciou poderosamente.
À semelhança do Mestre, podemos ter proximidade com todos ao mesmo tempo em que temos nossos amigos íntimos. Lembrando: tais pessoas podem sim nos influenciar positiva ou negativamente, isso depende unicamente  com quem escolhemos caminhar.
Que esses amigos possam por seu caráter e maturidade, despertar em nós o nosso melhor.
                                                     Silvana Sales

2 comentários:

Blog do Wéllykem disse...

o dificil é encontrar alguém disposto a ouvir os seus argunmentos e corrigi-los quando necessário; ou, encorajá-lo com um questionamento válido. O que vemos nas igrejas é um cristianismo fraco, sem pensamento, sem reflexão, sem ponderações. Mas alguém tem que ser o precursor de uma nova história, mesmo contrariando a grande massa... então junte-se aos sábios - se vc não tiver um amigo sábio, seja o sábio para a vida dele...

www.cwmarinho.blogspot.com

Anônimo disse...

Amém... A idéia é essa! Obrigada por sua visita e seu comentário. Silvana.

Você pode também gostar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...