29 de maio de 2011

O SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL E O SUPREMO LEGISLADOR

Há alguns dias, me deparei com as seguintes palavras: “Hoje acordei mais brasileiro... Agora posso cantar o hino nacional de uma maneira diferente...”. Tal frase fora dita por um homem assumidamente homossexual numa entrevista, após o resultado unânime do Supremo Tribunal Federal sobre a união estável entre homossexuais, dando-lhes entre outros direitos, plena liberdade para adoção de filhos, em um dia que ele chamava com muito orgulho de “histórico”.
Minha sincera preocupação é exatamente com esses a quem eu considero a maior vítima de toda essa história - as crianças! Desde o princípio, o Criador, com muita propriedade, estabeleceu o modelo: pai, mãe, filhos... Dois pais? Duas mães? Quanta confusão!
Por mais que se diga: é o final dos tempos, que nos lembrem das afirmações bíblicas de que o mundo vai de mal a pior, nós, servos de Deus, nunca nos sentiremos “confortáveis” ou “conformados” diante do mal e do pecado.  Fatos dessa natureza, acredito, ainda conseguirão nos deixar perplexos.
Fica aqui minha tristeza maior. Não pelo reconhecimento de direitos, mas pelas consequências desses mesmos direitos. Fala-se muito do que dizem as pessoas, sejam elas favoráveis ou não, mas pouco, ou melhor, nada se fala do que Deus diz dessas decisões, o que evidencia um absoluto descaso dos homens ante o Supremo Legislador.
Enquanto aquele homem acordou mais brasileiro, eu, embora triste, posso dizer que acordei mais cidadã dos céus, entendendo melhor o apóstolo Paulo quando disse: “A nossa cidade está nos céus, donde também esperamos o nosso Salvador, O Senhor Jesus Cristo...” (Filipenses 3:20).
Silvana Sales

Um comentário:

Kelly Úrsula disse...

Eles se sentem mais brasileiros, livres para expressar e até impor seus pensamentos, fazendo à todo custo a sociedade inteira se calar!

Agora estão cheios de argumentos e valentia. Me xingaram no youtube, me chamando de BITCH (vadia)!!! Eles não tem e nunca tiveram respeito por ninguém.
Ai... me dá nervoso!

Belo post, Silvana!
Amém!

Você pode também gostar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...