4 de abril de 2011

BIOGRAFIAS DE SPURGEON E MOODY

SPURGEON - UMA NOVA BIOGRAFIA
AUTOR: ARNOLD A. DALLIMORE

EDITORA PES, 2008, 309p.

Uma concisa, mas abrangente biografia de Charles Haddon Spurgeon, pastor inglês do século XIX, que sai no Brasil com um atraso de mais de vinte anos. A editora já havia publicado outra obra do mesmo autor, desta feita sobre a vida de George Whitefield.

Dallimore não se preocupou apenas em relatar a capacidade de Spurgeon em encantar os seus ouvintes, fato que o levou a ser chamado de "príncipe dos pregadores" e a pastorear a maior congregação batista do mundo, em sua época. Também não se limitou a descrever sua habilidade com a pena, que o fez publicar cento e quarenta obras.

O autor traz elementos que muitas vezes não são mencionados nas obras sobre o ministro inglês. Por exemplo, sua antipatia com o rito da ordenação. Exercendo o pastorado desde os dezesseis anos de idade, Spurgeon não acreditava que a prática era bíblica. Por isso, jamais foi ordenado ao ministério pastoral. Ele também não esconde que Spurgeon fumou charuto e bebeu bebida alcóolica por muito tempo, mesmo atuando como pastor. Estas duas práticas ele abandonou antes de morrer.

Há também interessantes notas sobre algumas das sessenta e seis instituições ligadas ao Tabernáculo Metropolitano, onde Spurgeon pastoreava: orfanato, asilo, colégio de pastores, associação de evangelistas, dentre outras. Ou seja, cai por terra a falsa noção (em moda atualmente) de que Spurgeon era apenas um pregador do templo. O último capítulo traz informações sobre o Tabernáculo Metropolitano após a morte do seu líder.

No final do livro constatei emocionado que Spurgeon foi sincero, com cerca de dezesseis anos de idade, quando disse: "Não posso me sentir feliz, se não estiver fazendo algo para Deus" (p. 43).

O livro deve estar na estante de todo os cristãos que almejam doar seus talentos ao reino de Deus.  

SEARA EM FOGO 
AUTOR: BOANERGES RIBEIRO
EDITORA: CPAD, 1994, 142p.

Suscinta e prazerosa biografia de D.L. Moody, escrita pelo pastor presbiteriano Boanerges Ribeiro, importante escritor evangélico, falecido em 2003. Como o próprio autor informa, a obra "não pretende originalidade", pois é tomada de episódios narrados em outras biografias do pregador.

Apesar disto trata-se de uma boa introdução à vida de D.L. Moody, um notável evangelista americano, que conseguiu se destacar em um século marcado por personalidades evangélicas como Spurgeon, Finney, Hudson Taylor, George Müller, David Livingstone, dentre outros.

O livro é dividido em pequenos capítulos, que incluem muitos diálogos. Isto dá um tom romanesco à obra. O último capítulo traz pequenos trechos de pregações de Moody, que chegou a ser ouvido pelo então imperador do Brasil D. Pedro II, e se tornou um dos maiores evangelistas de seu tempo.
George Gonsalves

Nenhum comentário:

Você pode também gostar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...