5 de março de 2011

Igrejas evangélicas negras repensam seu apoio a Obama por não impedir o casamento gay


28 de fevereiro de 2011 , WASHINGTON

A National Black Church Initiative, uma coalizão igrejas evangélicas negas avisa que vai retirar apoio a Barack Obama, porque o presidente decidiu não defender a lei federal que impede o reconhecimento do casamento gay nos Estados Unidos.

O Departamento de Justiça anunciou na semana passada a decisão de Obama de não defender a constitucionalidade da norma federal conhecida como Lei de Defesa do Casamento (Defense of Marriage Act, que defende que o casamento é apenas entre um homem e uma mulher) no tribunal que está a ser contestada.

O Secretário de Imprensa da Casa Branca, Jay Carney, disse que Obama tem se manifestado contrário à lei federal, por ser desnecessária e injusta. No entanto, diz ele, a visão do presidente não mudou, mas "continua a lutar com seus próprios pontos de vista pessoais sobre o casamento", segundo a Casa Branca. Mas ele decidiu parar de defender a lei federal que impede que ele seja reconhecido como legal o casamento entre homossexuais nos Estados Unidos.

As razões não pareceu convencer o pastor Anthony Evans, que comanda a National Black Church Initiative, tem dito que Barack Obama "tem violado a fé cristã" por não sustentar o que ele quis dizer com "o ensinamento de Cristo sobre o casamento consistindo de um homem e uma mulher. "

A coligação de 34 mil igrejas evangélicas negras diz que, como resultado da mudança de atitude do presidente dos EUA, "as igrejas negras deveriam reconsiderar seu enorme apoio" para Obama.

(Fonte: 2011 Digital protestante)

Nenhum comentário:

Você pode também gostar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...