26 de abril de 2010

OBEDIÊNCIA


 "Separado da obediência, o serviço degenera, transformando-se em estrelismo espiritual."
                                                                                                               RICHARD FOSTER

"O nosso problema é que temos tentado substituir a obediência pela oração, e isso simplesmente não funciona."
                                                                                                                           A. W. TOZER

"Todos nós devemos estar prontos a ter os nossos conceitos julgados pelas Escrituras, sem qualquer afronta pessoal."
                                                                                                          CHARLES SPURGEON

"Não há o que questionar a respeito de conciliação, ou concessão, entre as exigências de Deus e as exigências da cultura ou da política, ou de qualquer outra coisa. A exigência divina é infinita e inexorável. Podemos recusá-la ou podemos começar a tentar a cumpri-la."
                                                                                                                              C.S. LEWIS


"Nascemos para sermos submissos e obedientes a Deus, em perfeita liberdade. Quem assim procede será livre, salvo e feliz"
                                                                                                          SÊNECA


"Se a obediência não te dá paz, é que és soberbo."
                                                                                                          J. ESCRIVÁ DE BALAGUER 



"O ímpio obedece por temor; o homem bom o faz por amor."
                                                                                                          ARISTÓTELES



"Senhor, concedei-me o que exigis, e, a seguir, exigi de mim o que quiserdes."
                                                                                                          AGOSTINHO



"A obediência a Deus é o caminho da liberdade."
                                                                                                          ROY WHITEHEAD

NÃO RESISTÊNCIA


"Apesar do exemplo explícito de Jesus, muitos dos seus discípulos têm sido incapazes de resistir, preferindo o caminho de Herodes em vez do caminho de Jesus. Os Cruzados que pilharam o Oriente Médio, os conquistadores que converteram o Novo Mundo sob a ponta de uma espada, os exploradores cristãos na áfrica que cooperaram com o comércio de escravos – ainda estamos sentindo os choques dos seus erros. A história mostra que, quando a igreja utiliza as ferramentas do reino do mundo, torna-se ineficaz, ou tão tirânica quanto qualquer outra estrutura poderosa. E, toda vez que a igreja tem-se mesclado com o estado (o Sacro Império Romano, a Inglaterra de Cromwell, a Genebra de Calvino), o apelo da fé sofre também. Por ironia, nosso respeito no mundo declina em proporção de quão vigorosamente tentamos forçar os outros a dotar nossas concepções."

                                                                                                          PHILIP YANCEY

"É uma desgraça e um desgosto que a religião cristã seja sustentada pela violência."

                                                                                                     JOHN MILTON

"Cristo, o Príncipe da Paz, estabeleceu seu reino, isto é, sua Igreja, e a comprou com seu sangue. Neste reino  acabou-se toda guerra. Por ele, o cristão não toma parte na guerra nem também empunha a espada para vingar-se".
 PETER RIEDMANN

MISERICÓRDIA


"Quando nós, os filhos das trevas, mediante o sangue da eterna aliança, alcançarmos afinal o lar de luz, teremos mil cordas em nossas harpas, mas a mais doce será a que entoar com maior perfeição a misericórdia de Deus" 
A.W. TOZER

"Quando todas as Tuas misericórdias, ó Deus meu, 
  a minha alma contempla em se erguendo,
  Transportado com a visão, estou perdido
  no Teu amor, deslumbramento e louvor." 
                                                       JOSEPH ADDISON


"Todos nós somos mendigos necessitados, sustentados a cada momento pela misericórdia de um Deus soberano."
                                                                                                                            PHILIP YANCEY

"Pensar algo a respeito de Deus significa pensar na misericórdia."
                                                                                    RICARDO PETER

O QUE É O AMOR?


                                                                                                         por  George Gonsalves 
            
      Conta-se que há muitos anos um diretor de uma escola no interior da Inglaterra lançou um desafio. Quem melhor respondesse a pergunta: “O que é o amor?” ganharia um valioso prêmio.
       Pessoas de todas as partes do país se animaram com o concurso. A divulgação ganhou uma grande dimensão. Estrangeiros começaram a enviar respostas, as mais variadas possíveis, a fim de abocanhar o prêmio.
       Filósofos, teólogos, poetas, cantadores torturavam a imaginação a fim de redigir a melhor resposta possível. Até homens e mulheres simples, tomados de intensa paixão se aventuraram na tentativa de definir algo que, tinham certeza, estavam vivenciando.
     Centenas de textos foram impressos, alguns pareciam verdadeiros tratados, com várias citações de mestres da literatura e da poesia do passado e do presente. Outros eram mais simples e continham apenas algumas páginas escritas à mão.
     Amanheceu o dia marcado para ser conhecido o grande vencedor do concurso. Era outono, e as folhas caídas no chão formavam um tapete ao redor da escola. Apesar do clima frio, uma grande aglomeração se concentrou no ginásio local. Grande era a expectativa. Havia jovens com mochilas nas costas, mas também senhores engravatados de aparência sóbria.
    De repente, subiu à plataforma montada no centro do ginásio o Sr. Peter, diretor da escola. Um silêncio reverente se fez. Ele tomou a palavra e anunciou que revelaria o grande vencedor. Uma comissão formada por alguns dos mais antigos professores da região era responsável por apontar a melhor resposta. Em meio a muitos quilos de papel, enormes calhamaços, o Sr. Peter retirou do seu bolso uma pequena tira de papel. Nela estava escrita à mão uma única frase. Era a resposta que foi considerada a melhor para a pergunta: “O que é o amor?”. Foi escrito por um agricultor de uma região vizinha. Ele tinha vivido durante cinqüenta e três anos com sua querida esposa, que havia falecido há apenas um mês. Dedicava-se a ajudar seus vizinhos e todos o respeitavam. O Sr. Peter então leu a resposta:
                 "LOVE IS LOVE".
    Ninguém contestou a decisão.
   Esta pequena estória que ouvi de uma professora de inglês há muitos anos, me fez refletir: o maior de todos os mandamentos, àquilo que deve ser a marca do cristão, é simplesmente indefinível. Sabemos algo sobre ele, mas não sabemos explicá-lo. Sentimos algo de seu poder, mas não sabemos mensurá-lo. Aos coríntios (capítulo 13), o apóstolo falou que ainda que distribuíssemos todos os nossos bens para os pobres ou entregássemos nosso corpo para ser queimado, não seríamos nada sem amor. Ele não define o amor, mas fala de seus atributos: é paciente, benigno, não orgulhoso, não busca seus próprios interesses, não se alegra com a injustiça, nunca falha. Amor não é apenas ação. Podemos fazer muitas coisas boas pelas motivações erradas. Também não é só sentimento. Se apenas "sentirmos" amor pelos outros, eles continuarão sem receber nossa atenção.
     Outrossim, não podemos, simplesmente, dizer em que medida vivemos em amor. Não sabemos sequer o quanto amamos os que nos estão mais próximos (ainda não passamos por muitos testes). Deus nos julgará. Só podemos afirmar que quanto mais próximos estivermos d’Aquele que é a fonte do amor, mais o refletiremos em nossas vidas.                                                                                                                                  

ARTE DA PRUDÊNCIA

A ARTE DA PRUDÊNCIA
Autor: Baltasar Gracián. Editora Martin Claret, 2005, 300 p.


    Esta obra é considerada um dos grandes livros de sabedoria universal. Escrita pelo jesuíta espanhol Baltasar Gracián (160-1658) há mais de trezentos anos, continua muito edificante para nossos dias. Recebeu elogios de filósofos como Nietzche e Schopenhauer.
    É composto por pequenos textos que pretendem dá uma direção sábia ao comportamento humano. Há muitas frases que me chamaram a atenção, alguns se assemelham a textos bíblicos: “Há mais valor em evitar o perigo do que em vencê-lo" (p. 42); “Nunca abra a porta para o menor dos males, pois muitos outros, maiores, espreitam lá fora” (p. 36); “Nem a promessa irrefletida nem a decisão equivocada devem nos obrigar ao erro” (p. 125); “Alguns se casam com a primeira informação que recebem, e fazem das demais suas concubinas” (p. 112).
    A maneira como estão dispostos os textos torna a leitura do livro agradável.  Bela obra.

George Gonsalves




12 de abril de 2010

LÍDERES DA ASSEMBLÉIA DE DEUS CRITICAM SILAS MALAFAIA

 Pastores e líderes da Assembléia de Deus criticam e reprovam o Clube de R$1000 de Silas Malafaia

        O Pastor da Assembléia de Deus, Silas Malafaia no último dia 03 de Abril em parceria com o Pastor da Teologia da Prosperidade, o norte americano Mike Murdock lançou em seu programa um novo desafio chamado Clube de 1 milhão de Almas, com o objetivo de evangelizar, mantendo os programas de televisão e realizando cruzadas e congressos.
        Para fazer parte do clube, é preciso plantar uma ‘semente’ voluntária de R$ 1.000,00 e como agradecimento quem ceifar receberá o livro 1001 Chaves de Sabedoria, de Mike Murdock e também um certificado do clube como descrito no hot site da campanha, que inclusive possui um contador de almas conquistadas.
        Mas este projeto não está sendo visto com bons olhos pela maioria dos líderes da Assembléia de Deus.
O Pr. Carlos Roberto Silva, vice-presidente executivo da Convenção dos Ministros da Assembléia de Deus do Estado de São Paulo e membro do Conselho de Doutrina da CGADB – Convenção Geral das                                             Assembléias de Deus no Brasil, condena a ‘Campanha da Semente de R$ 1.000,00’ do Pr. Silas Malafaia e do Pr. norte americano Mike Murdock lançada em seu programa de TV.
       ‘Isso é no mínimo lamentável, vergonhoso e desonroso para a nossa denominação. O Pr. Silas Malafaia é hoje um ícone, talvez o único dessa estirpe em mídia nacional, pertencente à nossa querida Assembléia de Deus. A função por ele exercida no mais alto fórum da denominação assembleiana, bem como sua projeção midiática, faz com que ele seja copiado e seguido por muitos em suas peripécias doutrinárias. A carroça está descendo ladeira abaixo, em alta velocidade, sem freio e o pior de tudo: na banguela! Que Deus tenha misericórdia de nós!’ disse o Pr. Carlos Roberto.
       Já o Pr. Guedes, auxiliar da Igreja Evangélica Assembléia de Deus e Professor de Teologia da FAESP – Faculdade Evangélica de São Paulo, relata as implicações que a igreja sofre com campanhas como esta.
‘Primeiro, as pessoas passam a acreditar que com a “semente” lançada, estarão isentas de pregarem o evangelho, porque já fizeram a sua parte. Ou seja, repassaram essa responsabilidade ao evangelista da tv; Segundo, caem na mais nova falácia: semente e não oferta (ou semente como oferta). Ora, todos sabemos que a oferta é voluntária e não se espera retorno por doá-la, mas a semente tem em si a linguagem da colheita do fruto, logo, quem oferta não espera receber de Deus e nem O cobra, mas quem lança sementes terá, segundo essa teologia, o direito de cobrar de Deus os desdobramentos de seu plantio; Terceiro, muitos cristãos incautos que nunca contribuíram com suas igrejas locais, vêem-se “constrangidos”, “movidos” a contribuírem com o ministério do “homem de Deus”, visto que ele é o homem que Deus levantou para essa tarefa’, e completou: ‘esse tipo de teologia envenena nossa sã doutrina, causando danos em nossos posicionamentos doutrinários e teológicos. É elitista, discriminatória e põe Deus em uma tremenda “saia justa”, pois somente quem tem R$ 1.000,00 é que pode ser abençoado’.

Fonte: O Galileo / Gospel+

JABES DE ALENCAR É AFASTADO DA PRESIDÊNCIA DA ASSEMBÉIA DE DEUS

Jabes de Alencar é afastado da presidência da Assembléia de Deus, filho e Silas Malafaia assumem

        Foi confirmado ontem, terça-feira, dia 6, a saída do pastor Jabes de Alencar da presidência da AD Bom Retiro. Em sessão da Assembléia Geral foi decidido que o pastor deixará provisoriamente a presidência para realizar um tratamento médico nos Estados Unidos. O prazo estabelecido foi de três meses.
        Por enquanto quem deve assumir o cargo é seu filho, Dayan Alencar, apoiado pelo pastor Silas Malafaia, que é vice-presidente do Conselho Interdenominacional de Ministros Evangélicos do Brasil. Dayan Alencar recebeu a incumbência de manter uma boa administração, assim como seu pai e também responderá judicialmente pelo ministério. Já Silas Malafaia dará mentoria e ministrará todas as quartas-feiras e em Santa Ceia.
        A decisão do afastamento do pastor Jabes ocorreu pelo seu estado de saúde. Em março ele passou mal em um evento em Foz do Iguaçu (PR) devido ao aumento de pressão arterial, pois sofre de Hipertensão. Há dois anos ele não se sentiu bem e desmaiou no hotel onde fazia uma pregação. O diagnóstico médico é que ele teve um princípio de Acidente Cárdio Vascular (AVC).
       Embora o tempo de afastamento seja de três meses, o tratamento médico poderá ultrapassar esse prazo. O pastor da igreja Assembléia de Deus irá embarcar para os Estados Unidos e ficará hospedado na casa de sua filha em Dallas.
       Há rumores que o pastor da Assembléia de Deus do Bom Retiro, Jabes de Alencar deixará o comando da Igreja. Uma assembléia acontecerá nesta terça-feira e definirá o rumo da comunidade. O motivo, segundo uma fonte do CREIO, seriam problemas de saúde de Jabes Alencar.
Visite: Gospel, Noticias Gospel, Videos Gospel, Musica Gospel       Os indícios do afastamento começaram a ser dados no último dia 04, durante um próprio culto. Recentemente o pastor da Assembléia de Deus passou mal durante um evento em Foz do Iguaçu (PR). Em 2008 o pastor e conferencista passou mal e desmaiou em um hotel que estava pregando com princípio de AVC. Devido ao problema colocou um catéter no hospital Albert Einstein em São Paulo.

Fonte: Gospel+


BEST SELLER GANHA ADAPTAÇÃO PARA O CINEMA

Em seus passos o que faria Jesus? – Famoso best seller ganha adaptação para o cinema.


        Será lançada neste ano pela BV Films a adaptação para o cinema do best seller “Em seus passos o que faria Jesus?”. O filme, que recebe o mesmo título do livro, fez sucesso nos Estados Unidos.
        No elenco há dois atores conhecidos por atuarem em seriados americanos famosos no Brasil. Um deles é John Schneider, ator dos seriados Smallville, CSI Miami e Texas Ranger. O outro é Jim Gleason, famoso por fazer Grey´s Anatomy e Brothers and Sisters.
       O filme segue fielmente a história do livro sobre uma cidade que recebe a visita de um viajante. Após sua a morte o pastor de uma igreja tradicional, Henry e mais cinco pastores decidem mudar de vida, seguindo os princípios de Jesus. O filme se desenvolve nessa busca de ser parecido com Jesus e os resultados desta escolha.
       “Em seus passos o que faria Jesus?” é o nono livro mais vendido da história. Na versão em inglês foram vendidos mais de 50 milhões de exemplares. Escrito em 1896 por Charles M. Sheldon o livro começou a ser publicado em capítulos pela revista cristã americana Advance. Por não ter sido registrado os direitos do livro, vários editores o publicaram, sem pagar os direitos do autor. Esse fato fez com que o livro se tornasse muito popular rapidamente.
        
BV Films prepara outro lançamento de outro filme evangélico.

        Outro filme que será lançando neste ano pela BV Films será “Para salvar uma vida”. A produção fez sucesso nos Estados Unidos e já arrecadou cerca de 2 milhões e meio de dólares. O filme também está se destacando em redes sociais, como o Facebook. Em cinco dias, a página no filme conquistou 30 mil usuários. Nos EUA, adolescente estão usando o Facebook para contar as experiências do cotidiano.
        A aposta da BV Films é que o filme ajude adolescentes brasileiros a transformarem suas vidas, pois conta a história de um garoto popular de sua escola que muda sua vida e se sacrifica para ajudar as pessoas.
Você pode conferir mais lançamentos da BV Films no meio gospel internacional no site oficial da distribuidora.

Fonte: Gospel+




JUSTIÇA


"O maior sonho da humanidade é o sonho da justiça."
                                                             HANS KELSEN

"Um dia, a justiça será feita para que este mundo faça algum sentido. E a Bíblia diz que esse dia chagará."
                                                                                                                  JOHN ORTBERG

"O mundo pode odiar-nos, zombar de nos e criticar-nos; o mundo pode fazer o que quiser: Deus vive e a sua justiça vencerá um dia."
                                                                                                                      LEWI PETHRUS

"A injustiça que se faz a um é uma ameaça que se faz a todos"
MONTESQUIEU

INCONFORMISMO



"Você é cristão apenas enquanto continuar questionando criticamente a sociedade em que vive (...) enquanto permanecer insatisfeito com o sattus quo e continuar a dizer que um mundo novo ainda está por vir. "
                                                                                                                   HENRI NOUWEN

"O reino de Deus crescerá na terra quando a igreja criar uma sociedade alternativa, demonstrando o que o mundo não é, mas um dia será."
                                                                                                                PHILIP YANCEY

"Não há mudanças sem ações concretas. Como também não há ações sem desejo de mudar."
                                                                                                               RICARDO PETER

"São inseparáveis a evangelização e a responsabilidade social, a oferta do evangelho dos pobres."
                                                                                            GOTTFRIED BRAKEMEIER  

"Para os nossos titânicos propósitos de fé e revolução, não precisamos de uma fria aceitação do mundo como um compromisso, mas sim de alguma forma de odiá-lo intensamente e amá-lo intensamente."
                                                                                                     CHESTERTON


"Este não é um mundo, mas sim o material para um mundo. Deus não nos deu exatamente as cores de um quadro, mas sim as cores de uma paleta."
                                                                                                                      CHESTERTON


 "Os príncipes da Terra se despem de toda a autoridade quando vão contra Deus."
                                                                                                               JOÃO CALVINO

       "Não interessa (comparativamente falando) quantas vezes a humanidade fracassa na imitação do seu ideal; pois nesse caso os seus velhos fracassos são frutíferos. Mas interessa dramaticamente quantas vezes a humanidade muda o seu ideal; pois nesse caso todos os seus velhos fracassos são infrutíferos."
                                                                                                                     CHESTERTON



"Não é lícito para povo algum obedecer às ordens ilegítimas de seus governantes."
                                                                                               JEREMIAH BURROUGHS

"Para o ortodoxo sempre pode haver uma revolução, pois a revolução é uma restauração. Em qualquer momento você pode desferir um golpe em favor da perfeição que homem nenhum viu desde Adão."
                                                                                                                     CHESTERTON



"Acredito serem os melhores resultados os obtidos por gente que trabalha em silêncio e diligentemente com objetivos restritos, como a abolição do tráfico de escravos ou a reforma do sistema prisional, as leis de proteção aos trabalhadores das indústrias ou o combate à tuberculose, não por aqueles que acham que podem alcançar a justiça, a saúde, ou a paz universal. Acredito que a arte da vida consiste em enfrentar, da melhor maneira, cada mal imediato."
                                                                                                                           C.S. LEWIS

"Todo conservadorismo se baseia na idéia de que, se você abandona as coisas à própria sorte, você as deixa como são. Mas isso não acontece. Se você abandona uma coisa à própria sorte, você a deixa à mercê de uma torrente de mudanças. Se você abandona um poste branco à própria sorte, ele logo será um poste preto. Se você deseja particularmente que ele seja branco, precisa pintá-lo continuamente; isto é, você precisa estar sempre promovendo uma revolução. Em resumo, se você quer o velho poste branco, precisa ter um novo poste branco."
                                                                                                                       CHESTERTON 

LIVRO DE SÊNECA

APRENDENDO A VIVER
Autor: Sêneca. L & PM Pocket, 2008, 137 p.


         Sêneca (4 a.C?-65 d.C), nascido na Espanha, se tornou um dos maiores mestres do estoicismo, filosofia que estabelecia um elevado padrão moral para os homens. Foi contemporâneo do nascimento da igreja cristã e morreu, assim como o apóstolo Paulo, sob as ordens de Nero.
            Neste livro estão reunidas 29 cartas de Sêneca a Lucílio. Tratam de assuntos muito importantes para ética cristã como: economia do tempo, solidão, brevidade da vida, boas companhias e fugacidade da fortuna. Em uma época em que o mundo se dedica com afinco ao que é fútil, é muito bom ler palavras como: “a coisa mais lamentável é perder tempo por negligência” (p. 15), “quem ignora pecar não quer ser corrigido; é necessário que reconheças a culpa antes de te emendares” (p. 31) ou “não me dou às coisas, apenas as aproveito” (p. 54). Faço uma ressalva ao capítulo em que trata do suicídio. Ele o admite com certa naturalidade, o que a doutrina cristã rejeita.
            Recomendo a todos a leitura desta obra. É curta e profunda. Aprendemos nela que um pagão tem muito a dizer a um cristão, afinal como ele mesmo diz: “Tudo o que é verdadeiro também é meu.” (p. 23).
       George Gonsalves   

RELIGIÃO OU HUMANISMO PÓS-MODERNO?


            No mês de março participei de um seminário sobre filosofia da religião. O curso foi realizado na Universidade Federal do Ceará e ministrado pelo Dr. Manfredo Araújo de Oliveira, importante filósofo brasileiro, com quinze livros publicados.
            Dentre tantas coisas importantes faladas pelo professor Manfredo, uma chamou-me atenção em especial. Ele citou uma corrente atual de pensamento sociológico, que estuda o crescimento da membresia das igrejas na América Latina e Estados Unidos. Para esta corrente, não é a religião propriamente dita que está crescendo, mas um tipo de humanismo pós-moderno, travestido de sentimento religioso. A tese é obviamente polêmica, mas o que se quer dizer é que a religião de hoje, que está em franca ascensão, não é a de outrora, pelo menos a maneira mais comum de se pensar o aspecto religioso.      
            Vejamos a aplicação desta tese dentro do contexto evangélico. A religião cristã de outros tempos enfatizava o desapego às coisas materiais, a renúncia, um modo de vida simples e uma forte esperança escatológica. Contudo, principalmente, desde o início da expansão da “Teologia da Prosperidade” na década de 60 passada, tem havido um desvio no foco da mensagem cristã. A esperança mais premente não é mais a volta de Jesus, mas a prosperidade material aqui e agora. O grito de “maranata” foi sendo gradualmente substituído por outros clamores: “o mundo é nosso”, “fomos chamados para cabeça”, “declare ao Senhor”. O ascetismo tão característico do movimento pentecostal do início do século XX foi abandonado por um tipo de licenciosidade. Quase tudo é permitido, tudo em nome da liberdade.
            Esta mensagem atual da cristandade tem sido chamada por alguns estudiosos de humanismo pós-moderno. Antes, alguns humanistas queriam retirar Deus do centro das atenções: “o homem é a medida de todas as coisas”, disse um deles. Agora, são os próprios cristãos que tratam de tentar colocar Deus a serviço dos homens. Como disse certo ministro, “é o evangelho a gosto do consumidor”. No passado, homens e mulheres piedosos se torturavam para descobrir a vontade de Deus para suas vidas. Na perspectiva atual, Deus tem que realizar os sonhos e objetivos dos crentes.
            Não sei se o que se mais ouve nas igrejas evangélicas de hoje pode ser chamada de mensagem religiosa. Deixo esta avaliação para os estudiosos da filosofia, sociologia e semântica. Mas, posso asseverar que não se trata de mensagem genuinamente cristã, pelo menos como ela foi entendida pela maior parte da igreja no decorrer dos séculos. A confissão que se tornou sinal de identificação entre os cristãos no início da igreja e que deveria ainda ser é “Jesus Cristo é o Senhor!”.
                                                                                                                George Gonsalves 

DEVEMOS ORAR POR COISAS E UNGIR OBJETOS?



por George Gonsalves 

            Uma prática vem se espalhando por comunidades ditas evangélicas no Brasil: oração por objetos. Em muitos lugares é comum líderes fazerem calorosas preces sobre coisas como sal, óleo, lenços ou água. Há também a “unção” de casas, veículos e até carteira de trabalho. Depois de receber a oração as coisas ficariam “santificadas” ou “abençoadas”, de modo que tragam benefícios aos seus possuidores. Será bíblica esta prática?  
            O apego a coisas mágicas é antigo dentro de parte da cristandade. No século XV e início do XVI a devoção às relíquias, por exemplo, chegou a níveis aberrantes. Havia uma verdadeira competição de coisas sagradas na Europa. Uma igreja alegava ter as vestimentas de Maria, mãe de Cristo. Outra, localizada na Alemanha, ostentava possuir trinta e cinco pedaços da cruz de Jesus, uma lasca da vara de Moisés e até mesmo um frasco com o leite de Maria. Fora do cristianismo, várias seitas esotéricas atribuem poderes a objetos como cristais e pirâmides.  
            Um dos textos bíblicos usados para embasar a oração por coisas é Atos 19:11-12: “E Deus, pelas mãos de Paulo, fez milagres extraordinários. De sorte que até lenços e aventais eram levados do seu corpo aos enfermos, e as enfermidades os deixavam e os espíritos malignos saíam.” Primeiramente, devemos observar que o apóstolo não fez qualquer oração pelos objetos que eram trazidos a ele. O próprio Deus é que, em sua soberania, operava as curas. Em segundo lugar, o texto faz menção a milagres extraordinários, ou seja, fora do comum. Talvez isto tenha acontecido para confirmar o apostolado e a mensagem de Paulo. Aos coríntios ele fala que: “as credenciais do apostolado foram apresentadas no meio de vós, com toda a persistência, por sinais, prodígios e poderes miraculosos” (II-Cor. 12:12).
            Há um caso relacionado com Jesus que também pode ser citado. Uma mulher que há muito sofria de uma enfermidade, creu que o Senhor a podia curar. Sua fé era tão firme que dizia que um só toque nas vestes do Mestre seria suficiente para que sua saúde fosse restabelecida. De fato, quando ela tocou nas vestes de Jesus foi imediatamente curada. Todavia, também neste caso não houve nenhuma oração pelas roupas de Jesus para que ficassem milagrosas. Mas Ele honrou a fé dela, concedendo-lhe a cura no toque de suas roupas. Não foram das vestes de Cristo que saiu poder, mas d’Ele mesmo: “Disse Jesus: alguém me tocou: senti que de mim saiu poder.” (Lucas 8:46).
      Com respeito à unção com óleo, muitos equívocos estão ocorrendo. Não é prática neo-testamentária a unção de coisas, e sim de pessoas, acompanhadas de oração (Mc. 6:13; Tg. 5:14).
Oração por objetos, assim com a unção deles, conferindo-lhes poderes mágicos, são práticas pagãs com roupagem cristã. Coloca o homem na dependência da “oração forte” de algum pretenso homem de Deus. Desfigura a sã doutrina, devendo ser banida da vida da igreja.                                                                                                                                                             
   

Você pode também gostar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...