19 de julho de 2010

INQUISIÇÃO NO CEARÁ


        Pouca gente sabe, mas a inquisição criada pela igreja católica na Idade Média para perseguir os discordantes de sua doutrina atuou no Estado do Ceará, região nordeste do Brasil.  
Entre os meses de maio a julho, o jornal O Povo trouxe extensas reportagens sobre o assunto. Recentemente também foi publicado um livro que traz importantes informações sobre a perseguição religiosa no Estado: A inquisição e o sertão, do historiador Otaviano Vieira Junior.
Entre os anos de 1752 a 1802, 19 pessoas foram processadas pela Inquisição portuguesa em localidades como Inhamuns, Cariri e Sertão do Jaguaribe. Seis homens foram condenados a serviços forçados nas caravelas do reino de Portugal, incluindo dois idosos de 60 anos.  
Dentre os processados, havia uma mulher: Francisca Rodrigues de Sá, 32 anos, que morava na Serra da Beruoca, hoje Meruoca. A Inquisição a processou pelo crime de sacrilégio.  
Além de remar nas galés, os condenados enfrentaram outras punições como degredo para Angola, açoite público, penitências e pagamento de custas.
O Tribunal da Santa Inquisição teria sido criado em um concílio reunido em Toulouse, França, no ano de 1229. Os tribunais emitiam suas condenações, mas era o governo que as executava.
Importante observar que a Inquisição perdeu força, não por uma mudança doutrinária da igreja católica, mas por circunstâncias políticas. Ou seja, os Estados nacionais não mais se submeteram aos ditames dos papas. Isto ficou claro no ano de 1864 com a publicação da encíclica Quanta cura, acompanhada de uma lista ou Sílabo de erros, condenando oitenta proposições modernas que os católicos não podiam aceitar. No tópico 24 está escrito: “Que a igreja não tem autoridade para usar de força, nem tem nenhum poder temporal, seja direto ou indireto”. E no 77: “Que em nossos tempos já não é mais conveniente que a religião católica seja a única do Estado, nem que se excluam todos os outros cultos”.        
     
     George Gonsalves  



Nenhum comentário:

Você pode também gostar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...