12 de abril de 2010

LIVRO DE SÊNECA

APRENDENDO A VIVER
Autor: Sêneca. L & PM Pocket, 2008, 137 p.


         Sêneca (4 a.C?-65 d.C), nascido na Espanha, se tornou um dos maiores mestres do estoicismo, filosofia que estabelecia um elevado padrão moral para os homens. Foi contemporâneo do nascimento da igreja cristã e morreu, assim como o apóstolo Paulo, sob as ordens de Nero.
            Neste livro estão reunidas 29 cartas de Sêneca a Lucílio. Tratam de assuntos muito importantes para ética cristã como: economia do tempo, solidão, brevidade da vida, boas companhias e fugacidade da fortuna. Em uma época em que o mundo se dedica com afinco ao que é fútil, é muito bom ler palavras como: “a coisa mais lamentável é perder tempo por negligência” (p. 15), “quem ignora pecar não quer ser corrigido; é necessário que reconheças a culpa antes de te emendares” (p. 31) ou “não me dou às coisas, apenas as aproveito” (p. 54). Faço uma ressalva ao capítulo em que trata do suicídio. Ele o admite com certa naturalidade, o que a doutrina cristã rejeita.
            Recomendo a todos a leitura desta obra. É curta e profunda. Aprendemos nela que um pagão tem muito a dizer a um cristão, afinal como ele mesmo diz: “Tudo o que é verdadeiro também é meu.” (p. 23).
       George Gonsalves   

Nenhum comentário:

Você pode também gostar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...